07 junho 2010

Nisa_Agenda - Mundialmente Inútil!


A Agenda de Nisa do Mês de Junho, não devia estar contente com o número de actividades a decorrer no Concelho, vai desta e decide colocar o Calendário do Mundial.

A capa deste Mês dá destaque ao Futebol, deixando para segundo plano o que realmente interessa, o que de melhor por cá se faz.

Esta Agenda deve ter custos elevados para a Autarquia e que em vez de ser utilizada como um meio de trazer pessoas, de promover iniciativas, não, informa o público dos Jogos de Futebol que vão decorrer na África do Sul, como se esta informação não fizesse parte de todos os canais de Televisão, Jornais e Revistas.

Sendo eu cachopa, isto soa-me a discriminação, porque não incluiram também a programação das Novelas, dos programas de Culinária, de Viagens (...)?

Só falta, terem incluido a Caderneta de Cromos do Mundial e um vale de desconto em Vuvuzelas!

13 comentários:

Anônimo disse...

do melhoe mesmo,do melhor...

tintol disse...

É nestas coisas que a gabriela esturra o dinheiro!!!!!!

Anônimo disse...

Se a Tsuka enfiasse a vuvuzela no tutu é que era!

Anônimo disse...

Posso nem gostar de futebol, e não gosto, mas publicar o calendário do undial numa publicação mensal dete âmbito pode fazer sentido, sim senhor.
É uma questão de critério editorial, não de estar bem ou de estar mal.
Por acaso eu não concordo porque há muitos assuntos interessantes no concelho que com vantagem podiam - e deviam - ocupar este espaço. Mas secalhar quem faz a agenda não está para isso, não sabe ou não quer, e publicar uma "chapa" não dá qq trabalho.
Mas também pode acontecer que o critério tenha sido o de que se trata de uma acontecimento importante (infelizmente) e que assim enruiquecia a agenda no sentido em que muita gente a guardarai e/ou consultaria por causa do mapa do mundial, o que faz com que todos os outros assuntos sejam por isso mais valorizados.

Faça(m)-me um favor; comentem, digam bem ou digam mal, mas façam-no com cabeça, que é coisa que raramente se vê por aqui.

Dizer mal por dizer mal, pouco abona sobre a inteligência e capacidade de quem o faz.

Akiás, desde que aqui vi escritos os disparates que vi sobre o hotel, com tanta e tanta ignorância, tanto e tanto disparate, ultrapassando o mais confrangedor das anedotas de alentejanos, confesso que perdi em boa parte a vonta de passar por aqui.

Só por gostar de Alpalhão não espetei com isto num programa humorístico, porque seria de partir o côco a rir surgir na tv esta anedota de em Alpalhão haver quem questione porque é que se faz um hotel que não serve às pessoas (mas os hotéis são em 1º lugar para as pessoas da terra ou para quem passa?) e não se amplia o cemitério.

Não queiram ser tão protagonistas de anedotas!

Anônimo disse...

E que programa humoristico é que queria saber de um hotel em Alpalhão?Só se fosse para uma programa de Corrupção, não é um Hotel que vai ser construido com base em favores?

SLB disse...

Tens direito a um par de foguestes ó Maria.

Anônimo disse...

Também não te escapa nada Maria...

Anônimo disse...

Cuidado com o que comentam. Podem ter de vir a prová-lo.

Anônimo disse...

Boa MAria!Excelente reparo!

verdepinho disse...

Mais valia colocarem lá a publicidades dos nossos cafes e restaurantes.

Anônimo disse...

Isso a Câmara vinha logo cobrar!!!!

Anônimo disse...

Não, amiga: publicidade é uma prestação de serviço que deve ser paga.
Se você quer fazer publiciddae ao seu café ou restaurante, deve pagar por isso, caso contrário há alguém que está a pagar em seu lugar.
Ou seja, se a agenda trouxesse publicidde dos cafés e restaurante estava a cometer concorrência desleal para com as entidades licenciadas para fazer publicidade, e ao mesmo tempo voc~e estava a beneficiar do dibheiro dos contribuintes para usufruir de um serviço que era pago pelos outros em proveito seu.
Entendeu ou é difícil?
E nem lhe pergunto se concorda, porque é óbvio que não concorda, já que a coisa lhe agradava: os outros pagam e você beneficia.
É a chamada chico-espertice saloia portuguesa, muito típica aliás de gente de cafés e restaurantes.
É este o síndroma demonstrativo da impossibiliddae de avança deste país e desta região em particular.
Diz-se no entanto na minha terra que lavar a cabeça a burros é ser-se gastador de sabão, e aqui há quem seja gastador de sabão em muitas cabeças.
O comentário da publicidade dos cafés e restaurantes na agenda não podia ser mais ilustrativo do nível intelectual.

Quanto ao programa humorístico,, havia de ser difícil fazer pegar nisto, havia, havia! Era um fartote de rir!

Anônimo disse...

Um post cheio de parvoíces que não abona em nada o excelente trabalho que a Maria tem feito através do blog.
A agenda é um bom meio de dar a conhecer as actividades do concelho que de outra forma não saberíamos existir.
E quanto ao mundial de futebol (apesar de também não gostar!) acho que é oportuno fazer sair tal evento na agenda uma vez que também nós iremos estar ligados ao que vai acontecer por terras da África do Sul.